Pra quem quer rever ou ainda não viu, tá ai a cena onde Pilar da uma “””””””””””” surra””””””””” em Aline:

Pilar não é uma senhora preparada pra uma boa briga. Não mesmo.

Aposto que o Brasil tava esperando algo como soco inglês, cabo de vassoura ou, no mínimo, umas unhas bem afiadas pra desfigurar a vagabunda.

Ja ajudamos o Walcyr a arrumar a abertura da novela, tá na hora de ajuda-lo a construir uma cena melhor com Pilar x Aline

Primeiro de tudo: A adversária nunca pode apanhar em um lugar confortável. Jogar a vagabunda em cima da cama é um crime que não se deve cometer.

A coisa tem que ser do chão pra baixo, fica muito mais fácil quebrar uma costela.

Falando em quebrar costelas, essa coisa de tapa na cara tá MUITO fora de moda. O que pega agora é BICUDO. Isso mesmo, quem entende da coisa chama chute de bicudo. Uns bons bicudos nas costelas pra deixar a adversária sem ar são completamente aceitáveis.

O marido traidor também não pode ficar ileso. Claro que nenhum pamonha iria agir igual ao Cesar, que tava igual o Dalai Lama parado, querendo a paz sem fazer NADA.

A esposa traída tem que, pelo menos, atirar algo nele. O público clama por um marido canalha apanhando nem que for um pouco.

A vagabunda não pode falar muito. Um soco na boca ou no queixo é sempre plausível na cena

Resumindo? Pilar já foi muito melhor de briga, e eu sei que vocês lembram…

Se vira, Walcyr. Queremos mais.