Sabe quando a novela é tão boa que tu começa a imaginar que seria ótimo acompanhar uma série sobre aquilo, o que faria o prazer de rir ou se emocionar durar por anos, temporadas e temporadas, bom, na verdade a novela nem precisa ser tão boa, mas sempre há pelo menos um núcleo que adoraríamos poder saber o que aconteceu com os personagens depois que a trama acaba. Listei cinco núcleos amados que poderiam viver eternamente em nossas tvs no formato de episódios semanais.

A Raposa Felpuda – Agora apenas imaginem uma série que contaria com Nazaré Tedesco, a maravilhosa vilã de Senhora do Destino. Semanalmente a personagem confabularia e seduziria tudo e todos para poder sobreviver. Vivendo fugida (vamos fingir que ela não morreu) no interior do Piaui, Nazaré sobrevive de pequenos golpes em caminhoneiros e atendimento no cabaré local, conhecida como a Raposa Felpuda, a loira está juntando dinheiro para poder voltar e se vingar da anta nordestina.

É Divino – O Bairro fictício criado para Avenida Brasil era tão maravilhoso que até o núcleo Cadinho ficou bom quando foi morar lá. Seria incrível poder acompanhar toda semana um fuá novo de seus vários núcleos. Família Tufão, Suellen, Olenka, Carminha (claro que ela deveria se mudar para lá). Assunto e bons personagens não faltam, alô João Emanuel Carneiro, já quero na programação 2014.

Ellen e Leona, as subs – Cobras e Lagartos era uma novela incrível, mas não tinha nada melhor que acompanhar as brigas e diálogos cheios de cinismo entre Ellen e Leona, cada uma chamando a outra de “sub” dependendo de quem estivesse por cima da carne seca na trama. Agora imagina uma série onde elas, falidas e abandonadas, mesmo se odiando, dividem um apartamento no subúrbio carioca e trabalham em uma lojinha de bairro, passando por cima de todos para ver quem conseguiria a promoção de gerente e assim ter sua própria salinha e poder atender celular durante o expediente.

As Normas de Norminha – Caminho das Índias não deixou saudade, mas Dira Paes reinou absoluta com seu papel da fogosa Norminha, que dopava o marido Abel todo dia para ter encontros amorosos com outros homens. Apenas quero uma série onde mostre a rotina do casal Norma e Abel, os amores, as mentiras e a interpretação abusada da Dira que é sempre incrível.

A Vida da Gente – Foi uma novela curta, com poucos personagens e muita emoção, seria o formato ideal para que houvesse uma continuidade usando da mesma sensibilidade e naturalidade para abordar casos semanais sobre os problemas e questionamentos da vida real.

Bonus: Valdirene de Amor à Vida PRECISA virar personagem de uma série fixa após o término da novela, não incluí na lista porque não aguento mais o núcleo dela que gira, gira e para sempre no mesmo lugar com aquela mãe gritadeira, mas a personagem e Tatá Werneck são maravilhosas demais.

E você? Qual novela ou núcleo gostaria de ver na tela da tv toda semana e por longas temporadas?