Arquivo por categoria Mateus Solano

Na boca do Félix

Félix é vilão, é deevo, é bee e de cada frase que ele vem um jargão. Pra ajudar na árdua tarefa de montar o texto dessa beesha maravilhosa, reviramos o baú televisivo e trouxemos algumas sugestões para o autor… Bora lá porque aquee, cada mergulho é um flash!

Chamar de doce é fácil e tals, né, Félix!? Temos um desafio:

Leia mais $raquo;

Freud explica, Félix.

O personagem Félix, vivido por Mateus Solano em Amor à Vida já é um dos grandes acertos da novela e, provavelmente, figura garantida na galeria de grandes vilões da teledramaturgia brasileira.

Acontece que depois de enganar a esposa por anos, não gostar do filho, sequestrar e abandonar a sobrinha, roubar dinheiro do hospital da família, etc etc etc… o vilão deu uma das melhores desculpas de todos os tempos ao ser desmascarado… “NÃO É DESONESTIDADE, É FALTA DE TERAPIA”. É claro que colou e o moço já conseguiu varrer tudo pra debaixo do tapete, pelo menos por enquanto. Daí eu tava aqui pensando, e se outros vilões tivessem usado esse artifício para justificar seus erros? Bom, eles não usaram, mas eu, com certeza já adotei pra vida.

Carminha (Avenida Brasil) sambou na cara de todo mundo a novela inteira. Manipulou a família do marido, humilhou as empreguetes, abandonou filho e enteada no lixão, matou o amante de toda uma vida, mas vai que cola…

Laura Prudente da Costa (Celebridades) foi tomada pela mágoa de cabocla e instinto de vingança contra a Maria Clara Diniz desde criança, roubou tudo da protagonista, fazia a linha psicopata mesmo, capaz de convencer…

Nazaré Tedesco (Senhora do Destino) roubou criança igual o Felix, mas criou como se fosse sua filha, maltratava a enteada, matou quem entrasse no seu caminho a tesouradas ou escada abaixo. Podia ter dito que foram os instintos maternos…

Odete Roitman (Vale Tudo) desprezava tudo e todos nesse país de gente jeca. Fez e desfez de todo elenco e acabou morrendo por engano. Quem sabe se ela tentasse se redimir…

Bom, essa não tem desculpa.

Tags: , , , , , , , , , ,

Amor à vida: a estreia

A novela foi muito otimista na estreia, além de comemorarmos o fim de Salve Jorge início de uma nova Era cheirando muita pedra em Machu Picchu, o primeiro dia foi todo com final feliz. Como cada bloco durou uma eternidade pra gente se apegar à fotografia de cinema e pra dar pra passar uns 50 anos em um único capítulo, a gente vai só falar o que teve de mais importante em Amor à Vida ontem:

Félix Hetero (Mateus Solano) interpreta uma bee enrustida com sotaque paulista forçado que tenta disfarçar a viadage sendo casada com Regininha Edith (Bárbara Paz), uma estilista com cara de v1d4 l0k4 mas que parece na verdade ser toda boazinha, pois acoberta as maldades do marido com peso na consciência e cara de chocada. Félix passou metade do primeiro capítulo falando que morre de raiva das injustiças no seu núcleo familiar, porque, afinal, a irmã dele não é irmã, é só adotada. Mas, olha, com aqueles echarpes, bolsinha de lado e muita desmunhecada a gente podia ver nozói dele que ele tá com inveja da pussy da irmã.

Leia mais $raquo;

Separados na Maternidade #1

Tags: , , , ,