“Felizes Para Sempre?” teve tudo que prometia e mais um pouco. O mais um pouco fica por conta do gole que deu em outras produções gringas, como House of Cards e Anticristo do Lars Von Trier. Bom, mas num saldo total, a série foi bem boa.

O destaque fica por conta do elenco feminino. Maria Fernanda Cândido, Adriana Esteves, Selma Egrei e aos 45 do segundo tempo, Paola Oliveira. Cada uma com uma característica e uma frustração diferente em sua vida, geralmente relacionada ao casamento.

Tem casal que completa dezenas de anos juntos, tem casal que faz sexo como no começo da relação, tem casal que não faz mais sexo graças a um trauma e tem casal que separa porque o casamento tava bom demais e o amor continuava firme e forte (mas oi?)

Uma produção de invejar muita série estrangeira e com um tema que gera bastante discussão: Casamento, amor, felicidade. Até onde você vai?

Com fotografia, narrativa, e trilha sonora impecáveis, “Felizes Para Sempre?” mostra em um capítulo que tem potencial para ser mais um dos grandes acontecimentos televisivos dos últimos anos.