Posts com Tags avenida brasil

The Voice Noveludo

The Voice Brasil está indo para a fase de batalhas, mas cá entre nós ainda não tem nenhum candidato favorito para chamar de seu e ser feliz até o final do programa ao vê-lo campeão ou querer matar o Lulu quando ele elimina seu favorito deixando seu Team completamente flop e você desolado só assistindo por que já acompanhou até ali mesmo e não tem coisa mais importante para fazer, pois dormir não é uma opção. Então nós do Noveludo montamos um The Voice com seus cantores favoritos das novelas ou que pensam que são cantores.

Vem comigo!

– Zezé


– Cirilo  feat Chiquititas


– Darlene Sampaio



– Tati


– Chayene


Depois de Chayene explodir o estúdio não sabemos se voltamos com mais um programa, mas de qualquer forma… Até lá.

Tags: , , , , , , , , , , , ,

Top 5: Aberturas de novelas que me marcaram.

Eu tenho uma mania, mesmo que eu não vá assistir uma novela, por horário, falta de identificação ou qualquer motivo que seja, tenho um compromisso interno de ver pelo menos a abertura uma vez, preciso sentar, assistir toda a abertura e não vale o encerramento dos primeiros capítulos que passam ela completa com o letreiro, tem que ser quando começa mesmo, de preferência na primeira semana. Bom, TOCs à parte, listei cinco aberturas que me marcaram de alguma forma e claro que há outras que também poderiam entrar na lista, mas vamos deixar para outros posts futuros.

TROPICALIENTE: É uma das aberturas mais simpáticas e bem boladas que me recordo. De uma forma divertira, ele mescla o contexto da novela, a trilha sonora e cria uma ilusão de ótica com referências ao tema. Não tinha como assistir sem querer estar no meio daquelas pessoas e cantar junto.

A PRÓXIMA VÍTIMA: MORRIA de medo dessa abertura, da música da Rita Lee, dos rostos mesclados, dos tiros, das pessoas sumindo e ficava intrigadíssimo (tinha 9 anos) com “O frio de São Paulo me faz transpirar, sou vítima da sua janela indiscreta”, que me dava uma sensação de ser observado o tempo todo, que era a ideia de paranoia da novela.

ÉRAMOS SEIS: Sim, o SBT já produziu novelas boas, muito boas inclusive (assunto pra outro post) e uma das melhores obras, não só do canal, como da teledramaturgia brasileira, foi Éramos Seis. A abertura era uma mescla de imagens reais e o desenvolvimento dos personagens centrais, era bem triste acompanhar a novela, os acontecimentos e ao mesmo tempo ver a família bem e feliz na abertura todos os dias.

FERA FERIDA: Talvez essa tenha sido a abertura que mais me marcou até hoje. A música, a câmera que passeia por paisagens incríveis e os nomes dos personagens saltando na tela, tudo muito orgânico e misterioso com o vulto da tal “fera” aparecendo em alguns momentos criaram um contexto além novela na minha mente e até hoje consigo sentir a mesma sensação ao assisti-la.

AVENIDA BRASIL: Lembro do primeiro dia de novela, todo mundo na expectativa, Carminha sendo incrível, Ritinha sendo incrível, muito drama, muito grito e de repente… OI OI OI… A abertura da novela era kuduro, pessoas dançando e geral pensando WTF!!!!! O assunto era o mesmo em todo o twitter “como aguentaremos meses de kuduro nessa novela?” e o milagre aconteceu, a abertura, a mesma abertura diária, era um dos momentos mais esperados da novela e uma cascata de OI OI OI invadia as redes sociais, gerando protestos quando ela não era exibida às quartas-feiras pelo capítulo ser menor. Avenida Brasil foi uma grande novela com uma grande abertura.

http://youtu.be/4V2EFd_8K1A

E vocês? Quais aberturas te marcaram?

Tags: , , , , , , , , ,

Anteriormente em…

Sabe quando a novela é tão boa que tu começa a imaginar que seria ótimo acompanhar uma série sobre aquilo, o que faria o prazer de rir ou se emocionar durar por anos, temporadas e temporadas, bom, na verdade a novela nem precisa ser tão boa, mas sempre há pelo menos um núcleo que adoraríamos poder saber o que aconteceu com os personagens depois que a trama acaba. Listei cinco núcleos amados que poderiam viver eternamente em nossas tvs no formato de episódios semanais.

A Raposa Felpuda – Agora apenas imaginem uma série que contaria com Nazaré Tedesco, a maravilhosa vilã de Senhora do Destino. Semanalmente a personagem confabularia e seduziria tudo e todos para poder sobreviver. Vivendo fugida (vamos fingir que ela não morreu) no interior do Piaui, Nazaré sobrevive de pequenos golpes em caminhoneiros e atendimento no cabaré local, conhecida como a Raposa Felpuda, a loira está juntando dinheiro para poder voltar e se vingar da anta nordestina.

É Divino – O Bairro fictício criado para Avenida Brasil era tão maravilhoso que até o núcleo Cadinho ficou bom quando foi morar lá. Seria incrível poder acompanhar toda semana um fuá novo de seus vários núcleos. Família Tufão, Suellen, Olenka, Carminha (claro que ela deveria se mudar para lá). Assunto e bons personagens não faltam, alô João Emanuel Carneiro, já quero na programação 2014.

Ellen e Leona, as subs – Cobras e Lagartos era uma novela incrível, mas não tinha nada melhor que acompanhar as brigas e diálogos cheios de cinismo entre Ellen e Leona, cada uma chamando a outra de “sub” dependendo de quem estivesse por cima da carne seca na trama. Agora imagina uma série onde elas, falidas e abandonadas, mesmo se odiando, dividem um apartamento no subúrbio carioca e trabalham em uma lojinha de bairro, passando por cima de todos para ver quem conseguiria a promoção de gerente e assim ter sua própria salinha e poder atender celular durante o expediente.

As Normas de Norminha – Caminho das Índias não deixou saudade, mas Dira Paes reinou absoluta com seu papel da fogosa Norminha, que dopava o marido Abel todo dia para ter encontros amorosos com outros homens. Apenas quero uma série onde mostre a rotina do casal Norma e Abel, os amores, as mentiras e a interpretação abusada da Dira que é sempre incrível.

A Vida da Gente – Foi uma novela curta, com poucos personagens e muita emoção, seria o formato ideal para que houvesse uma continuidade usando da mesma sensibilidade e naturalidade para abordar casos semanais sobre os problemas e questionamentos da vida real.

Bonus: Valdirene de Amor à Vida PRECISA virar personagem de uma série fixa após o término da novela, não incluí na lista porque não aguento mais o núcleo dela que gira, gira e para sempre no mesmo lugar com aquela mãe gritadeira, mas a personagem e Tatá Werneck são maravilhosas demais.

E você? Qual novela ou núcleo gostaria de ver na tela da tv toda semana e por longas temporadas?

Tags: , , , , , ,

Freud explica, Félix.

O personagem Félix, vivido por Mateus Solano em Amor à Vida já é um dos grandes acertos da novela e, provavelmente, figura garantida na galeria de grandes vilões da teledramaturgia brasileira.

Acontece que depois de enganar a esposa por anos, não gostar do filho, sequestrar e abandonar a sobrinha, roubar dinheiro do hospital da família, etc etc etc… o vilão deu uma das melhores desculpas de todos os tempos ao ser desmascarado… “NÃO É DESONESTIDADE, É FALTA DE TERAPIA”. É claro que colou e o moço já conseguiu varrer tudo pra debaixo do tapete, pelo menos por enquanto. Daí eu tava aqui pensando, e se outros vilões tivessem usado esse artifício para justificar seus erros? Bom, eles não usaram, mas eu, com certeza já adotei pra vida.

Carminha (Avenida Brasil) sambou na cara de todo mundo a novela inteira. Manipulou a família do marido, humilhou as empreguetes, abandonou filho e enteada no lixão, matou o amante de toda uma vida, mas vai que cola…

Laura Prudente da Costa (Celebridades) foi tomada pela mágoa de cabocla e instinto de vingança contra a Maria Clara Diniz desde criança, roubou tudo da protagonista, fazia a linha psicopata mesmo, capaz de convencer…

Nazaré Tedesco (Senhora do Destino) roubou criança igual o Felix, mas criou como se fosse sua filha, maltratava a enteada, matou quem entrasse no seu caminho a tesouradas ou escada abaixo. Podia ter dito que foram os instintos maternos…

Odete Roitman (Vale Tudo) desprezava tudo e todos nesse país de gente jeca. Fez e desfez de todo elenco e acabou morrendo por engano. Quem sabe se ela tentasse se redimir…

Bom, essa não tem desculpa.

Tags: , , , , , , , , , ,

O tempo passou, hein Ailton?

Tags: , ,

Max na moda

Tags: , ,

Hihihi

Tags: , ,