Bom, não vamos ser hipócritas e dizer que, depois de Fina Estampa, todo mundo acreditava em Império, porque né? É bem o contrário. De qualquer forma, depois da trinca “fantástica” de Salve Jorge-Amor à Vida-Em Família, a gente aproveitou a chance e recebeu a nova novela de Aguinaldo Silva de braços abertos. E não é que, ao menos no primeiro capítulo, a surpresa foi positiva?

Elencamos aqui as melhores coisas da estreia da novela:

1 – A trilha sonora

De um instrumental macabro que resultou numa das melhores primeiras sequências dos últimos anos a Paralamas do Sucesso e Carla Bruni, passando até por ENROSCA O MEU PESCOÇO… A seleção de músicas escolhidas para embalar essa estreia surpreendeu do começo ao fim.

2 – Cora /Marjorie Estiano

Parece que Cora veio meio disposta a se tornar a nova personagem preferida do Brasil. Com 30 minutos de tela e um show de atuação de Marjorie Estiano, a vilã tomou o capítulo para si e foi o grande nome dessa estreia, com uma personagem que, ao mesmo tempo em que parece não ter noção que é má e achar que está fazendo bem, solta um “Eu fiz porque eu quis. E se quisesse, faria de novo.” Diz se tem como não amar? <33

3 – Chay Suede

O menino rebelde cresceu. E não é que fez bonito no papel de protagonista dessa primeira fase? Chay segurou bem as pontas e interpretou direitinho o então jovem e ingênuo José Alfredo que anos depois se tornará o temível Comendador (vivido por Alexandre Nero).

4 – A abertura

Lucy in the sky with Diamonds…. (8) Os portais já tinham dado a notícia, mas ouvir uma canção dos Beatles (na voz de Dan Torres) em uma abertura de novela das 21h foi uma ótima sensação. Pra completar, as imagens da abertura em si também são belíssimas e combinaram perfeitamente com a melodia.

5 – O ritmo da história

Foi apenas um capítulo, mas já tivemos, sei lá… mais acontecimentos que em Viver a Vida e Em Família juntas??? Em uma hora de novela, conhecemos o Comendador e sua filha, voltamos no tempo, José Alfredo foi passar um tempo com o irmão, se apaixonou por Eliane, viveram sua história de amor, ela engravidou, Cora entrou em ação, interceptou a fuga, safou a pele da irmã, José Alfredo conheceu Sebastião, Sebastião morreu, José Alfredo matou, viajou e conheceu Braga. Ufa! Vamos torcer para que o ritmo de acontecimentos continue quando começar a segunda fase da história, impedindo a novela de cair num marasmo.

6 – Diálogos certeiros

“Eu fiz porque eu quis. Porque me deu vontade. Faria tudo de novo. Faria pior. E se isso é ser má, então eu sou.”

“No amor, não existe certo ou errado.”

“Morrer nunca esteve nos meus planos.”

“Diamante é pra sempre. Dinheiro não. Dinheiro é só papel.”

E essas foram apenas algumas das frases que o capítulo trouxe.

7 – A direção

Talvez o grande problema das últimas obras de Aguinaldo Silva finalmente esteja resolvido. A direção de Wolf Maya conferia às suas obras um tom quase que de deboche, colorido demais, caricato demais. O que se viu no primeiro capítulo de Império foi o oposto disso. Uma direção fechada, pesada, atores abusando de expressões faciais e entonações vocais… Um intimismo que o texto pedia.

Em resumo: Império começou com tudo e promete ser um novelão daqueles. Vamos torcer para que o Aguinaldo Silva tenha mesmo decidido apagar a imagem de Fina Estampa das nossas mentes.

Tags: , , , ,